SÓ PARA RICOS? NOVAS LINHAS DE FINANCIAMENTO PERMITEM A INCLUSÃO DA ENERGIA SOLAR TAMBÉM PARA A POPULAÇÃO DE BAIXA RENDA

Compartilhe esse post

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Desde 2012, a energia solar é umas das fontes de energia mais crescem no país! Além disso, o setor tem se destacado na geração de empregos e cresceu 45% no primeiro semestre de 2020, mesmo em um cenário de crise.

Até porque, precisamos lembrar que o Brasil é um país tropical, com grande incidência de radiação do sol. Portanto, ele tem alto potencial para produção de energia solar.

Quer saber por que esse tipo de energia deixou de ser acessível apenas para ricos? Continue acompanhando o texto e aproveite a leitura!

Linhas de crédito facilitam o acesso à energia solar

O custo para instalar um sistema de energia solar caiu quase 90% nos últimos 10 anos. Portanto, hoje em dia, essa já é uma fonte energética bem mais democrática, viável para as empresas, grandes indústrias, assim como para uso residencial, de pessoas com diferentes faixas de renda.

Nesses últimos anos, surgiram diversas linhas de crédito especificamente voltadas para quem deseja instalar placas solares em casa. Em alguns casos, é possível obter até 100% do valor necessário e parcelar com taxas de juros atrativas. Normalmente, o interessado consegue o crédito mais rápido e com menos burocracia, diferentemente do financiamento (que também é uma possibilidade), .

Então, quem deseja investir em uma fonte de energia sustentável, mas não tem condições de arcar com o valor para a instalação, essa é uma ótima alternativa!

Placas solares cada vez mais próximas de todos

Mais uma prova da democratização da energia solar é que já existe a ideia de instalar esse tipo de sistema nas casas que fazem parte do programa “Casa Verde e Amarela”. Essa é uma iniciativa do Governo Federal que vai substituir o “Minha Casa Minha Vida”.

Considerando que o objetivo desse projeto é garantir que pessoas com limitações de renda tenham acesso à moradia digna, podemos inferir que essa energia sustentável logo vai chegar a todas as camadas da população, o que é uma ótima notícia!

Economia

Um dos grandes benefícios da energia solar é justamente a economia. Por meio das placas solares, uma família consegue reduzir a sua fatura de energia elétrica em até 95% — considerando que existe a taxa mínima.

Além disso, os painéis têm uma durabilidade prolongada, de muitos anos, e baixa manutenção. Assim, para as famílias que precisam diminuir seus gastos para readequar o orçamento, eles são muito bem-vindos.

Estamos vivendo em uma era cada vez mais favorável à energia solar. A tecnologia avançou muito, assim como a cultura da busca por fontes energéticas sustentáveis. Do outro lado, vemos linhas de crédito e incentivos para que toda a população tenha condições de optar por esse tipo de sistema, inclusive as pessoas de baixa renda.

Gostou do texto e quer continuar aprendendo com os nossos conteúdos? Então aproveite a visita em nosso blog e leia também o texto “Brasil tem potencial para se tornar uma das 5 maiores potências em produção de energia solar até 2030”!

Veja mais