ENERGIA SOLAR NO AGRONEGÓCIO: GRANDE ALIADA PARA GANHAR COMPETITIVIDADE

Compartilhe esse post

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

O agronegócio é um dos setores que mais crescem no Brasil. Com isso, a concorrência aumenta muito ano após ano. Por isso, o ideal é buscar alternativas para fazer esse tipo de empreendimento ser mais competitivo. E é claro que o investimento em energia solar no agronegócio é uma delas.

De acordo com dados da Aneel, no primeiro semestre de 2019, foram gerados 32.963kWp de energia por meio de placas fotovoltaicas em propriedades rurais no Brasil. Isso representa quase 90% do total produzido no ano de 2018, ou seja, mostra uma tendência clara de crescimento.

Isso porque a energia solar garante economia e amplia a eficiência produtiva nessas propriedades. Acompanhe o texto para conhecer os benefícios da energia solar no agronegócio!

Redução de custos

Essa é a primeira vantagem que muitos produtores estão buscando quando optam pela energia solar no agronegócio, e com toda a razão. Essa fonte já se tornou uma das mais baratas do mundo. E isso acontece por várias razões: acaba com a necessidade de uma grande estrutura para conduzir a energia elétrica da usina para a propriedade, por exemplo. Já falamos com mais detalhes sobre essa questão aqui.

Imagine um sistema de irrigação que é básico para o agronegócio: o custo de energia apenas para o bombeamento da água tende a ser muito alto, ainda mais para grandes propriedades. Ao usar placas solares, é possível usar a economia de grande parte desse valor para outras melhorias.

O fato de o sistema ter uma durabilidade de muitos anos e baixa manutenção também contribui com essa redução de custos em longo prazo. Especialmente se tomar alguns cuidados para sua conservação.

Maior autonomia

Dependendo da atividade, se uma propriedade fica sem energia elétrica por 24 horas, por exemplo, os prejuízos podem ser grandes. Por exemplo: se a ordenhadeira não funcionar, é possível que o valor da venda de leite daquele dia seja perdido. Além disso, os animais também podem sofrer de mastite. Ainda pensando no leite, a falta de energia impede a correta conservação daquele que já foi tirado.

Esse é mais um problema que a energia solar no agronegócio ajuda a evitar. Ela traz mais autonomia para o produtor. Assim, ele não vai mais depender de fontes externas, pelo menos não de forma exclusiva.

Fonte de energia limpa e renovável

Ao investir em energia solar, o agricultor garante uma fonte de energia limpa, que não causa impactos negativos no meio ambiente. Além disso, ainda é renovável e inesgotável. Essa é uma questão que pode ajudar até a atrair investidores, pois mostra uma preocupação com o planeta.

Linhas de crédito

Além de todas essas vantagens, existem ainda linhas de crédito voltadas para a energia solar no agronegócio. Com elas, o agricultor consegue o valor necessário para fazer o investimento, com boas condições de pagamento.

A energia solar no agronegócio já é uma tendência porque torna as propriedades mais eficientes. Além disso, com a economia, também permite investimento em outras tecnologias que vão elevar ainda mais essa produtividade.

Viu só como a energia solar é capaz de ajudar até mesmo o agronegócio? Quer acompanhar os nossos conteúdos para ficar por dentro de tudo? Então siga as nossas páginas no Facebook e no Instagram! Estamos sempre atualizando tudo por lá!

Veja mais

Gerar energia

OS BENEFÍCIOS DE GERAR ENERGIA EM CASA

O valor da conta de energia vem aumentando cada vez mais e as projeções não parecem boas. Com o aumento da tarifa de transmissão de